Categorias

Dicas para avaliar a aprendizagem no Ensino Remoto

Com saber se seus alunos estão realmente aprendendo o conteúdo dentro do ensino remoto? Veja algumas dicas para realizar essa avaliação.

Um grande desafio, principalmente para os professores, que veio junto da bagagem do Ensino Remoto, foi como avaliar se os alunos estão realmente aprendendo, e se eles estão interessados nas aulas.

Uma das modalidades mais utilizadas, e que possui grandes chances de se manter comum nas instituições de ensino, é o Ensino Híbrido. Ele traz uma proposta bem interessante que integra os métodos de aprendizagem tanto online quanto presencial, e se utilizadas boas estratégias, se torna extremamente um método eficaz e que gera resultados na aprendizagem dos alunos.

No post de hoje, queremos trazer algumas dicas que poderão auxiliar o professor nesse momento em que ele estará lecionando uma aula online, como saber se o aluno está de fato aprendendo, e fazendo sentindo para ele.

 

O que é ensino remoto?

Apesar de já fazer parte de nosso dia a dia, o ensino remoto pode ser considerado como todo o conteúdo que é produzido e disponibilizado de forma online.

O professor poderá utilizar desse conteúdo para lecionar em tempo real, e o aluno acompanhar o ensino, seguindo uma mesma lógica que o ensino tradicional. Mas atualmente o ensino remoto foi adaptado em diversas formas de aulas: as metodologias ativas.

Mudar de um instante para outro a forma de ensinar é um grande desafio, tanto para os professores, como também para a instituição de ensino adaptar todo o seu esquema para as plataformas online.

Apesar de seus desafios, o ensino remoto tem muito a agregar em valor para as instituições de ensino, e trazer ainda mais formas interessantes do aluno buscar o conhecimento sem perder o interesse.

Veja algumas formas para auxiliar você nesse processo de avaliação

Utilize diversos instrumentos de avaliações

Uma boa forma de variar na aplicação de provas/avaliações para seus alunos, e como forma de avaliar se o aprendizado está acontecendo em sala, utilize instrumentos que estudam a habilidade de escrita, raciocínio lógico e a construção de argumentos. Como por exemplo:

  • Redações;
  • Provas Discursivas;
  • Apresentações orais;
  • Projetos;
  • Trabalhos em grupos;
  • Debates sobre determinado tema;
  • Testes objetivos com respostas discursivas;
  • Entre outras.

Aproveite os recursos tecnológicos

Vocês já estão utilizando de ferramentas tecnológicas para realizar as aulas, traga atividades que sejam mais interativas e que ensinam ao mesmo tempo, como jogos educativos, até inteligências artificiais onde o aluno poderá responder a atividades e receber rapidamente feedbacks sobre desempenho.

Estimule o diálogo e reflexão

Com a mentalidade das metodologias ativas, trazendo o aluno à frente do seu aprendizado, promova momentos de debates em sala sobre determinado tema, ou também através dos fóruns, trazendo para o aluno a fundamentar a sua argumentação. O professor precisa estar presente para mediar as conversas e entender se o conteúdo está sendo compreendido.

 

Avalie se seus alunos estão engajados com o conteúdo, é de extrema importância que o conhecimento esteja sendo repassado de forma clara e eficiente. Você pode trazer diversas outras formas para avaliar o aprendizado de seus alunos.

Tem alguma diferente que você conhece e da super certo? Compartilha com nós através dos comentários!

Se você não quer perder nenhum conteúdo interessante sobre educação e gestão na educação, inscreva-se na nossa newsletter.

Até a próxima! 💙

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.